reconsiderações sobre as recaídas

Retiro o que disse sobre ser favorável às recaídas. Quando escrevi aquilo estava no calor da hora, quando tinha acabado de acontecer, ainda suspirante.
Na vida real, cotidiana, não dá pra ser tão inconsequente com nossos sentimentos. A gente tá bem, parece recuperada e eis que o ser humano mais canalha da nossa vida, aquele que fez nos perder (ou quase) toda a dignidade do nosso ser, aquele que, por acaso e desgraçadamente, é o/a mais gostoso/a da parada, resolve reaparecer. Se achega (mesmo que virtual ou telefonicamente), fala um tanto de abobrinha, diz que ainda nos ama (porque canalha mesmo sempre diz que ainda ama)… Nós, obviamente, como mulheres minimamente escoladas que somos, não acreditamos nas baboseiras, mas a piriquita coça e em meia hora estamos lá, todas dadas. Às vezes fazemos até um charminho, mas damos. Às vezes esculhachamos o indivíduo dos pés à cabeça, mas damos!
Damos a noite/manhã/tarde/(e as mais sortudas) dia todo, sentimos a plenitude tomando conta, vamos às nuvens… e pluft: no dia seguinte, não tem mais o/a ex do lado, não tem banho junto, beijinho de boa noite, dormir de conchinha, (verdade seja dita, também não tem a toalha em cima da cama, cabelo no ralo, resto de barba no lavatório, demora infinita no banheiro, louça suja e ressecada sobre a pia) e caímos na real. Percebemos que aquele sexo divino e a intimidade maravilhosa duraram tanto quando os sonhos eróticos que  tivemos desde quando terminou a relação: no máximo uma noite.
Na noite seguinte, pode ser que a gente sonhe de novo, mas provavelmente não vai sonhar e, se sonhar, acaba no amanhecer outra vez. O dia continuará igual ao anterior, antes de acontecer tudo.
Infelizmente, sonho a gente percebe que foi só sonho e esquece dali a pouco, no máximo uns dias depois. Recaídas ficam lá latejando, fazendo a gente sofrer de novo.
Ou seja, a menos que estejamos completamente seguras de que o único desejo em relação ao/à ressurgido/a das cinzas  é sexual, ou não nos importemos de nos sentir um lixo e sofrer depois, recaídas são altamente desaconselháveis.

Anúncios

2 comentários (+add yours?)

  1. Baco
    Nov 06, 2010 @ 19:12:25

    Olá, solteira!
    Leitura deliciosa…
    Gosto do jeito como se expressa e interage com o leitor (no caso, eu… rs). Sem contar que vc consegue conferir um ar especial para eventos, situações e pensamentos que ocorrem a muitas pessoas no cotidiano.
    Vou me tornar um frequentador assíduo.
    Até!

    Responder

  2. Baco
    Nov 06, 2010 @ 19:14:36

    Ps: Viva as mulheres que dividem a conta!!! hahaha

    Responder

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: