Dois é bom, mas dá trabalho!

Sempre fui contra a monogamia compulsória que a relação pressupõe quando passa a ser chamada de namoro e tento deixar claro nos inícios das relações… Penso a monogamia como ausência de vontade de envolver-se com outra pessoa que não o/a namorado/a, em vez da repressão dos desejos por outro/a que não ele/a.
O namorado de agora topou a monogamia não obrigatória, por isso, me senti à vontade para não escolher nada e continuar a galinhar ficando com o amigo apaixonado. Embora a situação seja esclarecida, eu não gostaria nada de ver o namorado piriguetando na minha frente com os eventuais casinhos dele, por isso, discrição máxima é regra imperativa (sabe, aquela coisa dos olhos não verem…). Gente, mas ser discreta dá MUITO trabalho, principalmente quando se tem dois celulares e uma mãe carente e paranóica que liga três vezes por dia.
Aí fica aquela coisa de desligar o celular ou não atender telefonema do caso na frente do oficial. De contar meias verdades sobre onde estava e com quem. Sou de uma espontaneidade e expressividade irritantes (a mim, pelo menos), morreria de fome se fosse para trabalhar como atriz… Acho os casos passageiros, as ficadas e outras efemeridades muito mais fáceis de administrar que um “amante”. Sinceramente admiro quem consegue levar a vida assim. Admiro MUITO! Não o comportamento em si, mas a dissimulação necessária para tal façanha.

Anúncios

5 comentários (+add yours?)

  1. SuperDaPuta
    Jan 30, 2011 @ 20:42:46

    POr muito tempo, me perguntei se alguma vez na vida, havia amado alguém de vdd, por nunca conseguir ser totalmente fiel a ngm .. e descobri que amei, e amei muito, mas amor felizemente não controla o tesão!

    Responder

    • JeanMark
      Jan 31, 2011 @ 19:40:56

      Tem toda razão: AMOR NAO CONTROLA TESAO. Esse é um dilema pra quem tem muito tesao, rsrs. Não é falta de qualidade no sexo com amor, é pura necessidade de satisfazer a vontade de diversificar. A unica saida, é ser discreto e aplicar o principio de que “o que os olhos nao veem , o coração nao sente”.

      Responder

  2. R.
    Jan 30, 2011 @ 23:32:50

    Levar a vida assim (administrando amante) não é algo de se admirar… mas pra resolver o problema dos telefonemas basta uma regra: o caso não pode ligar, só receber ligações. Se ele não puder conviver com isso, não serve pra caso. báááásico não é?? rsrs

    Responder

  3. Baco
    Jan 31, 2011 @ 11:05:33

    Sabe que ao te ler me dá vontade de tornar a sua vida um pouco mais complexa… rs
    Indiretamente tb teria de lidar com tais dificuldades que expõe… rs
    Beijo.

    Responder

  4. JeanMark
    Jan 31, 2011 @ 14:47:03

    Arruma mais um, que vc acaba com essa polaridade e cria vinculos mais leves, o assunto vai ficar mais diversificado, e vc vai se sentir mais livre. Vc so se conhece naquilo que ja viveu, entao, quanto mais experiencias, mas se conhece. Quanto mais se conhece, mais se é feliz. Beijos!

    Responder

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: