Garimpo

Sabe quando a gente tá de bobeira em casa, com o computador ligado e de repente um banner numa página te dá uma ideia de jerico? Resultado: lá fui eu fazer um perfil num site de relacionamento!

Nick, sexo, altura, idade, tipo físico, hábitos, fumante ou não, o que busca, formação, profissão, salário, foto… Peraí, foto não! Quer dizer, ainda não! Moro numa cidade pequena, vai que encontro alguém conhecido (e pior que encontrei mesmo)

Comecei a navegar pelos perfis… Que experiência incrível! Entre os “gostos”, o futebol é quase unanimidade! Há aqueles que gostam de “escultar” música, se admitem fãs da Rihana, adoram Pânico, BBB e “sair na noitada”, às vezes, “todos os dias”.

Muitos procuram mulheres “inteligenti”, são “onesto”, gostam de ficar com a “familha” e têm com “obigetivo mehora senpre navida”. Há quem se considera único porque a mãe soube criá-lo muito bem.

Tem gente que diz buscar um amor sincero, embora seja muito ocupado com trabalho e filhos. Há os declaradamente malandros! Alguns possuem (admitem e acham super legal!) aves como animais de estimação (Gente, vamo combinar que esse negócio de ave presa é uó, né não?). Outros buscam mulheres “mal amadas e carentes”, “uma pessoa em marte (sic)”, “mulheres calientes”.

Comecei a escolher pelas fotos: de cara, um rapaz com duas loiras a tiracolo. Moço, se você está em busca de um namoro sério, como descreve, não dá pra se apresentar como garanhão! Inúmeros perfis mostravam o pretendente na balada, copinho ou latinha na mão.

Na página pessoal, é possível declarar como seria o primeiro encontro ideal. Alguns, gostariam de ter “um encontro bem formal” (Será que o traje obrigatório é social completo? Devo ir de gravata?), outros prefeririam um lugar público, com bastante gente conversando, por exemplo um bar com música ao vivo (Realmente ideal pra quando a gente não tem muito conteúdo, não é mesmo?).

A pérola máxima ficou por conta de um rapaz novinho, bem bonito na foto, que idealmente teria o primeiro encontro “num motel, numa cama d’água, com uma loira linda e com seios grandes”. (olha a exposição precoce à pornografia interferindo na cognição da pessoa!)

Sabe quando você vai fazer um currículo e, por mais sincero que seja, não escreve que tira caquinha do nariz? Então por que vai queimar o filme desse jeito pra arrumar uma namorada?

Além disso, partindo do pressuposto que você está ali porque quer encontrar alguém e se relacionar, pelo menos escrever direitinho é desejável! Qualquer corretor ortográfico chinfrim daria conta dos crassos e ululantes erros de português que saltam aos olhos.

O mais infeliz da história é que imagino que os caras tentavam mostrar o melhor de si… daí fiquei pensando: porra, se isso é o que as pessoas mostram sobre si, pensem no que elas escondem…

Deu pra entender porque tinha tanto homem solteiro!

Anúncios

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: