Mesa, banho e cama.

Tava de bobeira com um dos amigos gays, olhando TODOS os caras do recinto. De repente, bato os olhos nela! Era pequena, olhos azul-claros, quase transparentes, o cabelo ondulado ia pela cintura. O corpo, incrível: cintura fina, quadril largo, pele aveludada e bronzeada, seios nem grandes nem pequenos, exatamente no lugar certo.

Olhei fixa e descaradamente, nem me notou, disfarcei. Quando, num descuido, olhei outra vez, a surpreendi com aqueles olhos lindos em mim. Sorriu tímida.

Pouco depois estava ao meu lado, puxando papo. Quando ouvi a voz… ai… Um sotaque hispânico, um tom levemente rouco… bom demais pra ser verdade! Dançarina de flamenco, estava no Brasil para uma série de apresentações.

O papo fluiu gostoso… Na despedida, convidou-me para vê-la dançar, em troca, eu deveria servir-lhe de guia nos próximos dias… oh, que sacrifício!

À noite fui ao restaurante combinado. Dançou lindamente, forte, sensual, olhando pra mim diversas vezes. Quando acabou, depois de receber os merecidos parabéns e se trocar, veio para a mesa onde estávamos sentados, o amigo gay e eu. Ele precisou urgentemente sair! Enquanto jantávamos, conversamos um tanto sobre o país dela e sobre o Brasil, combinamos o passeio do dia seguinte.

Fomos andar de bicicleta perto de minha casa. Uma chuva inesperada começou e ficamos encharcadas… A trouxe para casa, ofereci banho e roupas secas. Acabado o banho, veio se vestir no quarto, onde eu estava. Desenrolou-se da toalha exibindo o corpo escultural totalmente nu. Percebeu o quanto fiquei boquiaberta e se achegou. O cheiro fresco do banho misturado com o próprio cheiro dela eram inebriantes.

Ainda molhada de chuva, resolvi tomar banho também. Quando saí, ela, sentada em minha cama ainda nua, se masturbava penteava os cabelos longos. Sentei ao lado dela e ficamos de brincadeirinhas, risadas, até que nos beijamos. As coisas esquentaram rápido e quase automaticamente me deitei entre as pernas dela. Que delícia de gosto! (Tava com uma saudade de transar com mulher!). A boceta pequena, molhada, quente, uns pelinhos finos, macios…

Passamos o resto da tarde nos revezando: ora eu a chupava, ora ela a mim, ora as duas ao mesmo tempo. Gozamos e gozamos!

Anúncios

1 Comentário (+add yours?)

  1. Baco
    Abr 25, 2013 @ 20:25:47

    Que tesão esse relato de mesa, banho e cama…

    Responder

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: