Lerdeza

Não sou fumante e nem pretendo ser, mas algumas horas invejo um tantinho o alívio que as pessoas parecem alcançar quando saem para fumar um cigarro.

O dia de trabalho tinha sido exaustivo e me permiti dar uma fugidinha mais cedo, pois sequer tinha almoçado.

Num acaso levemente planejado encontrei um menino que tenho paquerado sem muita dedicação: Tudo bem, tudo bem, muito trabalho, cansada, etc, etc. Como tava de bobeira mesmo, resolvi esticar o assunto:

– Tô louca para tomar uma cerveja.

– Sabe que não gosto de cerveja…

Idiota, era para você dizer “Vamos!”.

– Hum…

– Cê costuma abrir a geladeira pegar uma latinha e tomar, assim, por gosto?

– Sim. Mas ultimamente tenho sido um pouco mais exigente com a qualidade.

– Nunca nem tentei tomar essas cervejas mais caras, penso que deva ser tudo igual.

– São bem diferentes.

– Ouvi dizer que no bar X eles têm uma carta grande.

– Oba, vamos?!

– Vamos, vamos marcar!

Cê tá me dispensando ou é só lerdo mesmo?

– Ah, aliás, e aquele nosso passeio? – perguntou.

É, aparentemente, é lerdeza mesmo…

– Ué, só preciso saber um pouco antes, pra me planejar.

– Vamos deixar marcado então, próximo sábado dá?

Agora eu também vou fazer um pouco de doce:

– Hum, tá meio em cima… Domingo?

– Pode ser, mas se for ruim pra você a gente deixa pra outro dia…

Gente, como pode?! Era para você dizer “Fechado!”, tonto.

– Não, domingo tá ótimo!

Ah, bobinho… Tenho tanto a te ensinar!

Anúncios

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: